Eu Sou Barão

Barão/FAE presente em discussão sobre corte da filantropia

Unir forças para garantir a manutenção das instituições de ensino filantrópicas foi o principal objetivo de uma reunião organizada pelo Sindicato do Ensino Privado (SINEPE/RS), na última segunda-feira (16). A reunião, realizada na sede do SINEPE/RS, contou com a participação do diretor-geral do Instituto Anglicano Barão do Rio Branco (IABRB) e Faculdade Anglicana de Erechim (FAE), Reginaldo José Bolis e da colaboradora responsável pelo setor de bolsas, Caroline Dalvesco Carrion.

Como entidade filantrópica, o Barão/FAE realiza processos seletivos anuais garantindo que alunos com menor renda possam estudar na instituição com bolsas de 50 e 100%. Em proposta apresentada pelo relator da Reforma da Previdência, o senador Tasso Jereissati, pretende-se acabar com a imunidade tributária garantida ao setor filantrópico, comprometendo a oferta de bolsas filantropia. De acordo com informações do SINEPE/RS, se aprovada, a medida vai prejudicar 100 mil alunos do Rio Grande do Sul que hoje estudam em escolas particulares.

No Barão/FAE, hoje são aproximadamente 200 bolsistas que seriam afetados, caso a proposta seja aprovada. “Em consonância com a responsabilidade social que temos, ficamos apreensivos com a situação dos nossos alunos, que teriam de ir em busca de alternativas de ensino público. A nossa instituição está acompanhando de perto as negociações no Senado, para que ninguém seja pego de surpresa, caso PEC paralela seja aprovada”, destaca o diretor Reginaldo José Bolis.

Adicionar Comentário

Assine nossa Newsletter

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível.

Assine nossa Newsletter!

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível.