Eu Sou Barão

Pedagogia participa de palestra sobre inclusão

“Tornem a inclusão legal, ela precisa ser algo bom para o aluno normal e para o aluno deficiente”. A frase, foi uma das tantas lições de vida que as acadêmicas dos níveis IV e VI curso de Pedagogia da Faculdade Anglicana de Erechim (FAE) ouviram na palestra de Silvana Dezordi, na noite da última quarta-feira (11). Egressa do curso de Administração da FAE, Silvana compartilhou a sua trajetória escolar, angústias e conquistas, na disciplina de Educação Inclusiva, ministrada pela professora Maria Salete de Moura Torres.

“Uma pessoa com deficiência não precisa de conserto, precisa de apoio”, disse Silvana, que também é poeta, escritora e palestrante. Em sua fala, a egressa da FAE enfatizou a importância de as futuras pedagogas cuidarem da autoestima de seus estudantes, “não diga ao aluno que ele errou, mas que ele quase acertou”.

Da vivência que teve ao sair da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e frequentar uma escola regular, a palestrante extraiu lições como a importância de apresentar o aluno deficiente e envolver toda a turma com a inclusão. “A turma precisa entender que o aluno é deficiente e o deficiente precisa entender que agora faz parte daquele ambiente. Se no processo de inclusão vocês tomarem atitudes que favoreçam o deficiente e excluam os demais, isso só irá prejudicar a convivência com o deficiente”, explicou a palestrante.

Adicionar Comentário

Assine nossa Newsletter

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível.

Assine nossa Newsletter!

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível.